domingo, 21 de março de 2010

A MISERICÓRDIA INFINITA DE DEUS

"E perdoas as nossas ofensas: Por tua inefável misericórdia, por virtude da paixão do teu amado filho Nosso Senhor Jesus Cristo, e pelos méritos e intercessão da bem-aventurada Virgem Maria e de todos os santos.
Assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido: E o que não perdoamos plenamente, faz Senhor, que plenamente perdoemos, a fim de que, por teu amor, amemos de verdade os inimigos, e por eles a ti devotamente intercedamos, a ninguém pagando o mal com o mal, e em ti procuremos ser úteis em tudo." Parábola do Pai Nosso - (PPN. 7-8).
.
A cada dia que passa e que aparece, nos vemos a caminho em busca do amor de Deus. É impressionante a capacidade de Deus de amar, que sem olhar para a grandeza, o poder, a importância que a pessoa tem na socidade, as suas constantes ofensas a Deus, perdoa plenamente, olhando a todos como seus filhos, com o mesmo amor; na sua balança não tem peso, o pecado, a rebeldia, todo o mal, mas pesa sim, absolutamente, a passoa em si, revelando-se deste modo a sua infinita misericórdia para com os homens feitos a sua imagem e semelhança. Pessamos constantemente o seu perdão e com certeza ser-nos-á consedido, ficando para o nosso encargo o louvor a Deus e aceitarmos com sinceridde de coração que fazemos parte dessa família, como filhos e filhas amados de Deus.
Frei Tendai,

Sem comentários:

Enviar um comentário