domingo, 6 de junho de 2010

"Mas com as obras, todos os irmãos devem pregar." Primeira Regra 17, 3

Apenas esta curta frase, tirada da primeira regra de S. Francisco, que é, no entanto, muito importante para todos. A pregação das obras! É uma frase que se situa no capítulo que se refere aos pregadores, da forma como, quando e onde devem pregar e, entretanto diz isto, pois sabe que não só aquele que prega no púlpito é pregador, mas todos os irmãos, com as suas obras, com o exemplo das suas próprias vidas dão testemunho do Senhor. Santo António dirá: "Calem-se as palavras e falem as obras!"

Hoje, em especial, surgiu-me esta pequena frase, neste fim de tarde, depois de um dia desgastante, mas muito feliz, de passeio de catequese. Pessoalmente, é uma actividade em que sinto que sou chamado realmente a pregar, não tanto com palavras (sem palavras, até!) mas com o exemplo, com a proximidade às crianças e aos pais, com a alegria de partilhar este dom maravilhoso da fé, pois é ela que suporta e impulsiona toda a catequese. É um findar de ano pastoral, muito trabalho, algum desgosto, algum cansaço, mas muita gratidão pelo chamamento do Senhor a esta actividade e por encontrar outros pregadores-catequistas (se me permitem) que encontram aqui a forma de participar activamente na comunidade.

Que o Senhor nos ajude a pregar com as nossas obras, então!


.

Ah! Fomos a Sintra, passando pela Praia das Maçãs, Convento dos Capuchos e Quinta da Regaleira, sempre em ambiente de alegria e muita animação.

Paz e Bem!

Sem comentários:

Enviar um comentário