domingo, 4 de julho de 2010

"Venha a nós o teu Reino: De modo a reinares em nós pela graça, e a levares-nos a entrar no teu Reino, onde a visão de ti é clara, o amor por ti é perfeito, ditosa a tua companhia e gozaremos de ti para sempre."

Paráfrase do Pai Nosso 4


O Evangelho de hoje fala-nos do envio que Jesus faz aos 72 discípulos, e que continua hoje a fazer a todos nós, e de como deviam anunciar o Reino de Deus. Lc 10, 1-12.17-20

Curioso ver que o Senhor começa por dizer que "a messe é grande e os trabalhadores são poucos. Rogai, portanto, ao dono da messe para que envie trabalhadores." E em todo o discurso, de tudo aquilo que manda aos discípulos, arrisco-me a dizer que se poderia resumir em apenas: confiai. O Senhor envia trabalhadores, os trabalhadores são necessários, mas o Reino é d'Ele e, por isso, toda a confiança deve estar n'Ele, mesmo quando nos parece que tudo é um fracasso. Mas envia, porque Ele quer contar connosco para construir o seu Reino e, este Reino é muito mais do que os reinos humanos, é um Reino sem fronteiras, sem barreiras sociais e, até mesmo, sem leis, porque baseado no Amor de Deus, em Jesus com a graça do Espírito. Tal como nos diz S. Francisco na Paráfrase do Pai Nosso, pois estando em Deus, nada no mundo nos pode medrontar, aniquilar, nem mesmo preocupar, porque n'Ele, pela sua graça, alcançamos o Reino prometido e gozamos d'Ele para sempre.

Sem comentários:

Enviar um comentário