quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Perdoa as nossas ofenças!

"Assim como nós perdoamos a quem nos ofendido: E o que não perdoamos plenamente, faz, Senhor, que plenamente perdoemos, a fim de que, por teu amor, amemos de verdade os inimigos, e por eles a ti devotamente intercedamos, a ninguém pagando o mal com o mal e em ti procuremos ser úteis em tudo.

E não nos deixes cair em tentação: oculta ou manifesta, súbita ou renitente.
Mas livra-nos do mal: passado, presente e futuro.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espirito Santo..."
Paráfrase do Pai Nosso (PPN. 8-10)



Bom dia!

Quis hoje partilhar convosco o final da Paráfrase do Pai Nosso, onde S. Francisco mais uma vez nos convida a amar e orar pelos nossos inimigos.
Para isto, e muito importante é sabermos perdoar, mas saber faze-lo verdadeiramente e de coração... porquê pagar o mal com o mal ? Já pensamos nisto?

Sejamos fortes e perseverantes nas dificuldades, pois só assim seremos capazes de vencer as pedras que surgem no caminhar do dia a dia...

Irmãos, podia escrever muitas outras coisas a este respeito, no entanto gostava que pudessem partilhar alguma coisa connosco...

Para todos votos de um bom dia!
Frei Luís Mota


1 comentário:

  1. Realmente saber perdoar é algo muito dificil, no entanto se não perdoarmos a quem nos fez mal, como vamos conseguir encontrar paz de espirito?

    Paz ... paz e alegria foi o que senti quando às uns meses o nosso grupo foi a Varatojo.
    E é por isso que, em nome do Grupo Coral da Ribeira agradeço o convite que nos foi feito para estarmos presentes na celebração do dia 4.
    Ainda não sabemos se todo o grupo pode ir, mas com certeza que pelos menos, alguns de nós irão marcar presença e representar todo o grupo.

    Um sincero obrigado e um abraço para todo o noviciado!
    Tania Leonardo

    ResponderEliminar