segunda-feira, 28 de maio de 2012

CONTEMPLE O “BELO” DO DIA



Olá,
 Paz e Bem, gente Boa!

Hoje, acordei de manhãzinha cedo. 
Bem-disposto, porque o dia estava lindo. Caminhei então pelos corredores do noviciado, espaço reservado para a formação, a passos galopantes fui até ao claustro do convento para ver como seria este novo dia. Enquanto contemplava a luz do sol no firmamento, vi que irradiava dele uma bela luminosidade. E eu disse para comigo: que belo! Ver o dia tão iluminado, flores e andorinhas cantando a luz do sol. Foi naquele exacto momento que por carga de água, passou-me pela cabeça o seguinte pensamento, que me dizia: “quanto mais se sente o encanto pela beleza de algo, mais belo se torna o encantado”. Com este pensamento, ao fim concluí que; Quanto mais contemplo o belo no sol, mais belo me torno eu. Ou seja, quanto mais eu admiro a sabedoria do outrem mais sábio me torno eu. Se eu admiro a felicidade de quem está feliz, mais feliz me torno eu. E se admiro tudo o que de bom existe neste mundo, duas vezes mais se reflete em mim o mesmo sentimento. Não obstante, se eu fizer o contrário, o contrário também será em mim para os outros. 
Portanto, convido a todos a serem hoje contempladores da beleza que de Deus temos à nossa volta, que assim seremos nós também duas vezes mais belos, quer nas palavras assim como nas obras. Aliàs, esta foi também uma das formas de que São Francisco: contemplou o Altíssimo, bom Senhor e o sumo bem através da beleza da Natureza.
A todos, Bem-hajam e um forte abraço!
Frei Mepina-02/05/12


1 comentário:

  1. Frei Hilávio. Bem hajas pela tua proposta, convidando os leitores a contemplarem Deus na natureza que nos rodeia. É bem franciscana esta proposta. O rosto belo de Deus está no coração de cada um e os olhos com que o meu coração vê podem ser mesmo os olhos de Deus. Boa proposta. Obrigado!

    ResponderEliminar